sábado, 9 de agosto de 2014

Bolo da Amizade

Quem se lembra do bolo da amizade?
Ao que parece nos anos 80 estava na berra e toda a gente experimentou esta receita, mas depois foi esquecido.

Basicamente funciona assim, alguém faz o fermento ou a massa inicial que é dividida e oferecida: divide-se em quatro, faz-se um bolo com uma e oferece-se as três com as instruções para manter a massa e fazer novo bolo daí a dez dias, por sua vez quando a amiga fizer oferece mais três e assim por diante, pode ser infinito, basta manter a massa viva (sim porque como leva fermento de padeiro e é alimentada periodicamente, ela mantém as suas propriedades, como prova de ela está em condições basta verificar se borbulha, enquanto a massa borbulhar está viva).

Eu não me lembro do bolo, mas a minha mãe já tinha falado dele, de como funcionava e como era bom. E como sou curiosa, pesquisei, e ... encontrei, no site: Herman, the german friendship cake.

No site podemos encontrar a receita do fermento inicial, a receita do bolo tradicional e ainda algumas variantes que vão sendo testadas pelo leitores.

Eu tinha de testar e como tal fiz o fermento ou seja a massa inicial:


Ingredientes para o fermento:

  • 145 g de farinha 
  • 225 g de açúcar amarelo 
  • 20 g de fermento de padeiro 
  • 500 ml de leite morno
  • 60 ml de água morna

Preparação do fermento:

  1. Dissolver o fermento na água morna por 10 min. e mexer.
  2. Juntar ao fermento a farinha e o açúcar e mexer bem.
  3. Juntar lentamente o leite morno à mistura anterior.
  4. Cobrir a tigela com um pano limpo e deixar em lugar fresco e seco durante 24 h.
no dia seguinte:
  1. A massa apresenta as bolhas de ar, prova de que está viva, é o fermento a atuar.
  2. A partir daqui , seguir as instruções do ciclo de 10 dias para manter a massa e fazer o bolo.


Para quem receber a massa inicial, deve começar a partir daqui:

Bolo da amizade

Este é um bolo de massa fermentada. Deve ficar na bancada durante 10 dias, sem tampa, apenas coberto com um pano. Aqui tenho de fazer uma ressalva, eu vivo no Algarve e lembrei-me de fazer a receita no início do Verão, pelo que, para meu desespero ao fim de seis dias a massa azedou, deixou de borbulhar e desintegrou-se. Mas como sou teimosa, fiz novo fermento e desta vez coloquei numa taça coberta com uma pano, mas no frigorífico e cada vez que a tiro e mexo ela recomeça a borbulhar, está viva! Pelo que aconselho a quem vive em sítios quentes a mantê-la no frio, no Inverno vou deixá-la na bancada para ver a diferença.
A massa tem um cheiro ligeiramente azedo, é mesmo assim, para saber se está boa deve mexer e verificar se faz bolhas.

Dia 1:
Pôr numa tigela e cobrir com uma pano da loiça.
Dia 2:
Mexer bem com uma colher de pau.
Dia 3:
Mexer bem com uma colher de pau.
Dia 4:
A massa tem de ser alimentada, adicionar 1 chávena de chá de farinha de trigo, uma chávena de chá de açúcar e uma chávena de chá de leite. Mexer bem, tapar e reservar.
Dia 5:
Mexer bem com uma colher de pau.
Dia 6:
Mexer bem com uma colher de pau.
Dia 7:
Mexer bem com uma colher de pau.
Dia 8:
Mexer bem com uma colher de pau.
Dia 9:
Adicionar 1 chávena de chá de farinha de trigo, uma chávena de chá de açúcar e uma chávena de chá de leite. Mexer bem.
Dividir a massa em 4 partes iguais, reservar uma para fazer o bolo e oferecer três para amigos com as instruções. Ou se quiser, dar apenas duas e reservar outra para iniciar o processo e fazer outro bolo daí a dez dias.
Dia 10:
Hoje é dia de fazer bolo e já não é sem tempo, afinal depois de mimar esta massa por 10 dias, quem não fica ansioso por pô-la no forno?

Mexer bem a massa e adicionar:


  • 1 chávena de chá de açucar (225 g)
  • 2 chávenas de chá de farinha de trigo (300 g)
  • 1/2 colher de chá de sal
  • 2/3 de chávena de chá de óleo (160 ml)
  • 2 ovos
  • 2 colheres de chá de essência de baunilha
  • 2 maçãs cortadas aos cubos
  • 1 chávena de chá de passas (200 g)
  • 2 colheres de chá de canela
  • 2 colheres de chá de fermento em pó
Opcional:

  • 1/4 de chávena de açúcar mascavado 
  • 1/4 de chávena de manteiga derretida
Preparação:

  1. Juntar os ingredientes à massa inicial pela ordem da receita, mexer bem entre cada adição.
  2. Deitar numa forma untada.
  3. Polvilhar com o açucar mascavado e a manteiga derretida
  4. Levar ao forno por 60 min a 180.º. Testar com um palito.
  5. Bom apetite!


Fofo e com uma crosta crocante, uma delícia


Pode parecer complicado ou com muitos passos, mas basicamente é um bolo normal feito a partir de uma massa fermentada, que deve ser mantida e repartida, idealmente a pessoa que recebe a massa deve devolver passados 10 dias como prova da sua amizade e assim manter a corrente.






3 comentários:

  1. Ameeeeeeei!!!!!
    Faz anos que perdemos o fermento ( uns
    " amigos " não deram bola e não fizeram o bolo...) nunca mais tinha ouvido alguém falar do bolo da amizade!
    Agora vou recomeçar esta corrente, pois o bolo é delicioso!
    Muito obrigada por ter encontrado a receita !
    ❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️ Cristina

    ResponderEliminar
  2. Minha mãe fez quando eu era garota.... é ótimo. Mas ela perdeu o fermento e nunca mais vi.... Que bom que você colocou, inclusive com a receita inicial do fermento.

    ResponderEliminar
  3. Obrigada pela receita!! Esse bolo é maravilhoso, eu comia na minha infância, vou fazer!!

    ResponderEliminar